10 de maio


O silêncio se emaranhou naquela tarde tal como ninhos de roupa suja e concessões internas de pequenas mentiras.

De cigarro apagado na ponta da boca ela desceu o boulevard procurando o isqueiro vermelho no fundo no bolso da blusa, nos bolsos laterais da calça e nos traseiros, pra finalmente se dar por vencida e nunca mais se apegar aos isqueiros que vivia perdendo.

Feu?  

Ele alcançou o bolso traseiro e depois na lateral da calça. Voilá.

Merci. Ele balançou a cabeça como se não fosse nada de mais, puxou do próprio cigarro apertando os olhos e murmurou boa tarde.

No geral, não havia muitas pessoas nas ruas, nem debaixo delas, não naquela época do ano. A estação onde saltaria pra voltar pro apartamento não estava muito distante, entao, de qualquer maneira, a caminhada não faria mal. Nem o cigarro.

Onde posso comprar uma caixa com vários isqueiros? Ou seria melhor uma de fósforos? A programação do teatro não revelava nada muito interessante, pelo menos até a outra semana. 

Enquanto isso exército alemão se preparava para o Blietzkrieg que daria inicio à tomada do território francês.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s