Celeste


Num céu azul,
uma lua coroa
a corona radiata

pra parir a noite
num mar mijado de prata

de algum querubim
que passou baixo demais.

Dentro de mim,
em cada manhã

um Orfeu levanta o sol
sem nem saber.

Anúncios

2 comentários sobre “Celeste

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s